[RESENHA] Jogo de espelhos - Cara Delevingne - @intriseca

sexta-feira, 2 de março de 2018


Resultado de imagem para jogo de espelhos

Naomi, Rose, Leo e Red são adolescentes enfrentando aquela fase em que se relacionar no colégio é tão difícil quanto encarar os próprios problemas. Red tem uma mãe alcoólatra e um pai ausente; o irmão de Leo está na prisão; Rose usa sexo e drogas para mascarar traumas antigos e Naomi se esconde atrás de peruca e maquiagem pesada.
Quatro adolescentes tão diferentes viram melhores amigos quando são obrigados a formar uma banda. O que era uma tarefa chata vira a famosa e popular Mirror, Mirror. Através da música, eles encontram um caminho para encarar o mundo de outra forma.
Mas tudo desmorona quando Naomi some misteriosamente e é encontrada, dias depois, entre a vida e a morte. O acidente desestrutura a banda e, consequentemente, a vida de todos. A sólida relação de amizade que eles achavam estar construindo tinha uma rachadura, e tudo o que restam são dúvidas e vazios. O que aconteceu com Naomi? Foi um acidente ou um ataque? Por que ela fugiria e deixaria a banda para trás? Por que esconderia segredos dos seus melhores amigos? Para desvendar o mistério por trás dessa história, Red e os amigos entram em uma investigação que vai desenterrar seus próprios segredos obscuros e fazê-los confrontar a diferença entre o que eles realmente são de verdade e a imagem que passam para o mundo.
Em seu romance de estreia, a modelo e atriz Cara Delevingne revela mais um talento ao apresentar um olhar fresco e sagaz sobre questões atuais da juventude: amizade, bullying, identidade, gênero, transtornos emocionais, a influência perigosa das mídias sociais nas relações e o poder destruidor da imagem.

Naomi desapareceu e ninguém entende o porquê. Desde que fundou a banda Mirror Mirror (obrigada pelo seu professor), ela mudou para melhor. Ficou mais feliz, se encontrou no mundo e fez amigos inseparáveis – Red, Rose e Leo. Dentre os quatro integrantes da banda, Naomi era a única que não enfrentava problemas em casa. Red lidava com uma mãe alcoólatra e um pai ausente, que trocava a sua família por casos extraconjugais. Leo morava com a mãe e rezava para o irmão preso e encrenqueiro não voltar para casa e arrastá-lo para o mundo do crime. Rose esconde seus medos e traumas antigos com sexo e drogas. Porém, a menina sofria na escola por seu gosto diferente para moda: perucas e roupas extravagantes de cosplayer. Mas simplesmente, em uma manhã, ela estava desaparecida, sem deixar avisos, sem se despedir.

Semanas depois, seu corpo foi encontrado quase sem vida amarrado a cordas dentro da água. Seu desaparecimento e principalmente sua volta neste estado causam fissuras na banda, e principalmente na amizade entre Leo, Red e Rose – confusões, encrencas, medos e frustações adolescentes ficam mais evidentes enquanto eles passam por esse momento delicado.

Mas o desejo de descobrir o que aconteceu com a amiga é mais forte. Juntos, eles tentam se desvendar o mistério do seu sumiço e embarcam em um jogo de pistas e autodescobertas, sobre passados e presente. Será mesmo que Naomi poderia abandonar tudo e fugir? Ou o que pode ter acontecido afinal?



O maior questionamento do livro Jogo de espelhos é o “quem é você de verdade”? Será que somos realmente aquela pessoa que nos vemos no reflexo ou nos escondemos atrás de uma máscara de proteção enganosa? A imagem que vemos ali é aquela que queremos passar de verdade ao mundo? Ou um escudo?  Os quatro protagonistas do livro sofrem esse questionamento. Assim como muitos adolescentes (nem sempre só eles) por aí.

Esse é o tipo de livro que eu não dava muito pela capa e até reservava um certo preconceito por ter sido escrito por uma atriz e modelo (Cara Delevingne, e coautoria de Rowan Coleman). Mas podemos nos surpreender. O livro foi muito bem escrito e possui uma trama bem envolvente. Eu me prendi bastante não só no desaparecimento e o que aconteceu com Naomi, mas com a vida dos outros jovens. Tudo foi muito bem encaixado e explorado na medida certa. Inclusive temas polêmicos foram abordados de um jeito leve, mas chamativos e comunicativos. O final surpreende e convence. Mas para mim, a maior surpresa se deu no meio do livro, onde acontece uma reviravolta com um personagem que jamais passou pela minha cabeça – um jogo de palavras e escrita muito bem feita.

Apesar de ser um livro adolescente, eu não achei a história tão cheia de drama assim. Sim, tem dramas pessoais, mas nada surrealista demais. Para mim, os personagens tinham alma e caráter bem reais. E ainda, cada um tinha seu enredo mais em particular e o enredo em conjunto – o desaparecimento de Naomi. A história tem sim quatro protagonistas, mas é sempre narrada por Red e sua perspectiva.


Me surpreendeu bastante e eu recomendo super a leitura. Tem drama, mistério, romance e amizade na medida certa. E foi tão gratificante terminar a leitura e entender as referências da capa!


 
Ótimo! 

Jogo de espelhos | Cara Delevingne e Rowan Coleman
ISBN: 9788551001097 | Ano: 2017 | Páginas: 304 | Editora: Intrínseca | Adaptação cinematográfica: Não






 Me acompanhe nas redes sociais: facebook | instagram | skoob | twitter

0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!