[RESENHA] O casamento - Victor Bonini @FaroEditorial

sexta-feira, 16 de março de 2018


Imagem relacionada
Para os noivos é o dia mais importante de suas vidas. Meses atrás, os amigos diriam que o namoro de Plínio e Diana tinha prazo de validade. Eles se conheceram de um jeito bizarro, pensam completamente diferente e nenhuma das famílias aprova o relacionamento. Mas eles resistiram a tudo. E agora vão se casar. Para o detetive é a melhor chance de pegar um criminoso. O mais íntegro dos convidados esconde um segredo devastador. Mas alguém sabe e está disposto a espremê-lo com chantagens. É então que o detetive Conrado Bardelli se hospeda no hotel-fazenda onde ocorrerá o casamento. Ele precisa descobrir o lobo entre as ovelhas. E rápido. Pois, a cada nova ameaça, o chantagista eleva o tom e falta pouco para a bomba explodir. O casal está pronto para o sim. A noiva se prepara para caminhar pelo tapete vermelho. Até que alguém diz: não saia do carro! Enquanto a plateia espera ansiosa em frente ao altar, algo brutal acontece na antessala. Só quando veem as paredes lavadas com sangue é que os convidados se rendem ao desespero. Começa uma confusão para interromper a marcha nupcial e chamar a polícia. Ninguém sabe o que fazer. E Bardelli, que lidava com um caso de extorsão, descobre que se meteu em algo muito pior. Agora, ele é o único capaz de encontrar respostas. O problema é que as mortes não param de acontecer...




O grande dia chegou, finalmente! Um dos momentos – se não o – mais esperados por casais apaixonados: o dia do casamento. Hora de unir os laços, trocar as alianças e juntar as escovas de dente. A noiva está pronta, no carro, esperando seu grande momento de entrar para a cerimônia. Até que, estranhando a demora, seus pais chegam exasperados ao veículo e avisam: Diana, não desça do carro, aconteceu um crime lá dentro! Um assassinato brutal, no hotel do casamento. Para Conrado Bardelli, convidado da noiva e detetive particular, mais um final de semana comum, afinal, investigar é sua paixão (e bem, ele já estava investigando algo no casamento, para começo de conversa).

Semanas antes do casamento, Conrado foi contratado por Gurgel, que sofria de ameaças e estava sendo chantageado por alguém cruel e misterioso. A missão do detetive era descobrir quem era o/a chantagista. Dessa vez, Gurgel deveria levar uma mala de dinheiro para o casamento, já que havia sido convidado, e lá, o/a chantagista daria mais instruções. Parecia o cenário perfeito para Conrado pegar a pessoa, se não fosse o assassinato entrando no caminho.

Será que o chantagista de Gurgel era o assassino do casamento? Ou tivemos dois terríveis golpes acontecendo simultaneamente na cidade pacata de Joanópolis?

Mesmo sendo aconselhado a ficar longe das investigações de assassinato, e principalmente longe da família do noivo Plínio, Conrado Bardelli decidiu investigar. Em meio a muitas mentiras, manipulações, informações controversas e mais assassinatos, será que ele pegou o/a chantagista e o/a assassino?


Eu já conhecia o detetive Conrado Bardelli do livro Colega de quarto (confira a resenha aqui), e confesso que estava bastante ansiosa para ler essa história nova (que se passa dois anos após o outro episódio, mas que não é um sequência e não precisa ser lida em ordem). E posso afirmar que superou minhas expectativas! Que livro maravilhoso! Pensem numa trama policial extremamente bem encaixada, com reviravoltas, personagens que se conectam, elementos colocados para nos confundir e um final surpreendente, e pá, temos O casamento!

A trama principal do livro é o assassinato no casamento e a vida pré casamento de Diana e Plínio. A secundária é a chantagem de Gurgel por manter um caso extraconjugal com a irmã do noivo, Vanessa. E ainda, somos guiados a conhecer brevemente histórias e situações de outros personagens. Então, temos uma visão de alguns personagens (mas principalmente, a narrativa do ponto de vista do detetive Bardelli), muitos ângulos de histórias e até lembranças – que podem ou não ser comprometedoras. Aqui, todos escondem segredos, todo mundo sabe alguma coisa, e muita gente pode estar mentindo. Não é fácil chegar a um culpado. Mas é preciso, e Bardelli vai nos conduzir nessa história, antes, durante e depois do tão esperado casamento.

É um livro de tirar o fôlego e fazer nossa cabeça torrar, de tanto que investigamos junto com o detetive e tentamos declarar um ou mais culpados. E quando a gente pensa que está a ponto de pegar a pessoa... vem uma informação nova, um fato escondido que nos leva para outras opções. E aaaaaaaaaah! É bem aquela leitura que a gente não consegue desgrudar até achar o culpado, até ver o fim e surpreender e pensar que “nossa, tudo faz sentido! Como não pensei nisso antes?”. Pois é meus amigos. Se vocês gostam de livros enigmáticos e policiais, esse é pra vocês, com toda certeza!! E se você ainda não lê esse gênero, é uma boa pedida começar por aqui. Com certeza tu não vai te arrepender! (E quer saber o melhor? O autor é brasileiro! Um livro assim maravilhoso, aqui da nossa terrinha!). Aproveita e tenta desvendar o mistério antes do livro acabar. Será que você consegue?
  

Excelente! Leia Agora!

O casamento | Victor Bonini
ISBN: 9788595810044 | Ano: 2017 | Páginas: 368 | Editora: Faro | Adaptação cinematográfica: Não




 Me acompanhe nas redes sociais: facebook | instagram | skoob | twitter

0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!