[RESENHA] Esta Noite é Nossa - Corinne Michaels - @thegiftboxbr

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Esta Noite é Nossa
Autora: Corinne Michaels
Editora: The Gift Box
ASIN: B07D43LYSD
Páginas: 305
Compre em E-book AMAZON

Sinopse: Da autora best-seller do New York Times, Corinne Michaels surge um novo romance repleto de sensualidade.

"Não sou mulher de uma noite só. E, principalmente, não sou como aquelas mulheres que tomam uns drinks em um show e acabam na cama com o meu celebrity crush de infância, Eli Walsh.

No entanto, é exatamente nela em que me encontro.

O que uma garota deve fazer depois de cometer um erro por conta da bebida? Correr. Eu pego as minhas roupas e fujo do superstar poderoso e irresistível, melhor sexo da minha vida, o mais rápido que consigo. Seus lindos olhos verdes, seu corpo duro como rocha e seu sorriso metido não têm espaço no meu mundo. A minha vida já é complicada o suficiente.

Alguém se esqueceu de dizer isso a ele.

Eli é persistente. Abrindo caminho até o meu coração, me ganhando pelo cansaço, provando ser diferente daquilo que eu tinha imaginado e tudo que preciso. Mas quando o meu mundo é estraçalhado, ele mantém juntos os pedaços. Relutante, eu me apaixono desesperadamente por ele.

Ele me fez pensar que teríamos a eternidade . . . Eu deveria ter dado ouvidos a ele quando me disse que poderíamos ter apenas aquela noite."


Leitura rápida e envolvente!


Oi galerinha!! Mais uma vez venho aqui trazer minhas impressões sobre mais um livro bafônico que está chegando ao Brasil pela The Gift Box.
Corinne Michaels é um nome super conhecido lá fora e confesso que estava super curiosa para conferir a escrita da autora.

Esta Noite é Nossa está disponível apenas em formato de e-book na Amazon, então fica super bom de ler no Kindle e completamente em conta se for pegar na modalidade Kindle Unlimited que para mim é maravilhosa e super indico.

Bom, vamos lá.
Já gostei da Heather de cara, visto que aos 38 anos é uma mulher segura de si e dona de seu nariz. Mesmo após uma grande decepção no casamento, ela ganha sua vida como policial e segura sozinha a barra de cuidar da irmã mais nova que sofre de uma grave doença degenerativa.

Esta noite é nossa já me ganhou desde o início quando Heather e as amigas foram ao show de sua boy band favorita da adolescência, e gente, vamos combinar, eu como grande fã de Backstreet Boys, não pude deixar de pensar que estava lendo uma fanfic da minha boy band favorita, visto que até a cena de um deles cantando para uma fã é exatamente igual como ocorre nos shows dos BSB e não consegui não ler pensando no Eli exatamente como o Kevin (embora este nem seja o meu BSB favorito) hehehehe

Achei a trama verdadeiramente deliciosa e envolvente.
O jogo de gato e rato de Eli tentando conquistar Heather e principalmente a fofura dele demonstrando à ela que embora ele tenha fama, fortuna e é claro...muita gostosisse neste corpo, ele também é uma pessoa real, com bom coração e sentimentos verdadeiros.
Não tem como não se encantar com ele e suas ações. O cara é o pacote completo quando pensamos em namorado literário e estou apaixonadíssima por ele em todos os sentidos.

Heather aí já foram outros quinhentos. Me incomodei muito com ela e suas atitudes ao longo do livro. Uma das coisas que mais me deixaram "bolada" durante a leitura foi como uma mulher de 38 anos pode ser tão imatura em questões super simples. 
A idade dos personagens foi um ponto que me incomodou um pouco, visto que Eli com 42 anos e Heather com 38 em nenhum momento demonstravam isso. Desde o início embora essa fosse a premissa, visto que o encontro deles foi durante o show de uma boy band dos anos 90, esse fato acabou por se perder na narrativa, nos fazendo acreditar o tempo todo que os dois estavam na casa dos 20 anos, dados seus maneirismos e atitudes.
Claro que a tradução acabou colaborando um pouco para isso, e esse é um ponto de atenção que deixo aqui. Visto que algumas expressões acabaram ficando fora de linha e puxando o enredo para uma linha com um tom muito mais jovem do que a autora deve ter imaginado inicialmente. Encontrei algumas falhas de revisão também, o que acabou me incomodando um pouco mais, mas dá para prosseguir de boas com a leitura e continuar suspirando um pouco mais pelo Eli que para mim está levando o prêmio de queridão do ano no meio literário!

O fato da autora abordar de forma sensível o problema de duas doenças degenerativas e o impacto na vida do doente e seus familiares foi muito louvável, mas achei que poderia ter sido mais aprofundado. Não vou discorrer mais sobre esse assunto aqui, visto que seria spoiler, mas durante a leitura acho que vocês entenderão o que estou querendo dizer.

Adorei os personagens secundários e realmente queria muito um livro sobre a amiga louca Nicole.

A escrita de Corinne é super rápida e fluída e embora eu como leitora crítica tenha achado alguns pontos a desenvolver, me senti tão presa e arrebatada durante a leitura que não tenho outras palavras para descrever do que "viciante", não consegui parar enquanto não terminei o livro. E aí se foi uma noite virada em claro sem conseguir ter o suficiente de Heather e Eli.

Super indico a leitura, tenho certeza de que vocês irão curtir.



0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!