[RESENHA] Doce Lar - Série Sweet - Livro 1- Tillie Cole - Editora Planeta

sábado, 2 de junho de 2018

DOCE LAR
Série Sweet - Livro 1
Tillie Cole 
Editora Planeta de Livros
I.S.B.N.: 9788542212464
Páginas: 320
Compre: SARAIVA - AMAZON

Sinopse:
Primeiro livro da série de maior sucesso da autora de Mil beijos de garoto
Aos vinte anos, Molly Shakespeare acha que já sabe de tudo.
Ela leu Descartes e Kant.
Ela estudou em Oxford.
Ela sabe que as pessoas que te amam também te deixam.
Mas quando Molly se muda da cinzenta Inglaterra para começar uma nova vida nos Estados Unidos, ela descobre que
ainda tem muito a aprender. No Alabama os verões são mais quentes, as pessoas mais intimidantes e os alunos de sua
nova escola muito mais viciados em futebol.
Após conhecer o famoso quarterback Romeu Prince, Molly só consegue pensar em seus olhos castanhos, cabelos loiros,
físico perfeito... e em como sua vida tranquila e solitária parece estar a ponto de mudar drasticamente.


ADOREI!


Claro que todo mundo estava mais do que curioso por essa nova série da Tillie Cole que chegou por aqui...ainda mais depois de toda a treta que rolou nas redes sociais por conta da capa. Mas vamos combinar, esta original ficou infinitamente mais bonita e mais condizente com a trama do que a sugestão anterior!! Parabéns Editora Planeta por ouvir seus leitores! AMAMOS VOCÊS!!

Bom, adoro NA com temática esportiva e Tillie não deixou nada a desejar ao nos apresentar ao pitoresco mundo do futebol universitário do Alabama, assim como toda a cultura que move o esporte nos EUA.

Assim, somos apresentados à Molly, uma inglesinha estudiosa, que embora seja muito inteligente, ainda é muito nova e imatura, além de medrosa o suficiente para viver metendo os pés pelas mãos por conta de suas cicatrizes emocionais.

E, também conhecemos nosso herói Romeu. O cara popular da faculdade. Astro do futebol e príncipe herdeiro de uma das famílias mais poderosas do pedaço. Romeu parece ter tudo. Mas tudo o que ele realmente tem é um coração partido e muitas feridas na alma que ninguém é capaz de perceber sob o manto dourado da fama e do dinheiro.
Por que qualquer ser humano deseja alguém? Meu corpo te reconhece como algo bom para mim. Minha mente te reconhece como alguém certo para mim, e minha alma te reconhece como alguém feito para mim.
- Doce Lar - pág. 129
Tillie realmente conseguiu me dar um sacode com este livro. 
Foram tantos altos e baixos, momentos fofos, momentos de querer matar cada um dos personagens e principalmente momentos de affff fala sério comigo...que realmente não tinha como eu não ficar enlouquecida com este livro! AMEI!

Foi muito bom sair da zona de conforto no que diz respeito aos NA que estão em circulação.
Tillie conseguiu divinamente nos fazer mergulhar no universo da universidade, mas também entender que as pessoas nesta idade ainda não estão formadas como adultos. São sim imaturas.
Tem seus medos. Seus acertos e principalmente suas burradas.

Enquanto muitas vezes tive vontade de dar uns tapas na Molly, também me coloquei muito no lugar dela, pois crescer sem mãe, sem alguém que a oriente, realmente é uma situação muito difícil. E, com apenas 20 anos, mesmo com todo o QI do mundo, não podemos esperar que essa menina saiba certamente o que está fazendo ou o quê deve fazer para ser feliz.
Cada tombo ensinou algo para Molly, mas para mim também durante a leitura.
Foi muito bom acompanhar seu crescimento e seu amadurecimento nesta jornada.

Em contraponto, temos Romeu. Lindo, querido, ferido. Aquele boy que queremos colocar no colo o tempo todo, mas que em nenhum momento foi retratado como perfeito pela autora.
Testemunhei em primeira mão , o poder que a mãe tinha sobre filho, assim como presenciara o ataque do pai semanas antes - eles controlavam o marionete Romeo, mexendo suas cordinhas.
- Doce Lar - pág. 148
Gosto dos problemas enfrentados e de como Tillie construiu sua personalidade.
Entendo que a necessidade de controle dele, acabou suprindo uma falta que Molly sentia, mesmo assim, não podemos achar que este tipo de "persona" seja normal, ou que busquemos isso em um relacionamento real, independente da idade.

E assim como uma tragédia de Shakespeare, começamos nossa aventura com essas duas almas gêmeas, mas que irão passar por muitos encontros e desencontros até finalmente superarem seus traumas. 
O livro foi muito bem escrito. Amei cada linha dele.

A edição da Planeta ficou maravilhosa e esta é uma série que já virou minha queridinha e quero muito a continuação!!


0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!