[RESENHA] Want You - Jen Frederick (ARC Review)

sábado, 8 de setembro de 2018

Want You
Jen Frederick
Compre em Inglês: https://amzn.to/2LSILwy

Confira a sinopse em tradução livre:

Bitsy

Eu posso ter apenas dezenove anos, mas sei o que quero. E é Leka Moore. Eu não me importo que ele me pegou quando ele era pouco mais do que um garoto. Eu não me importo que ele tenha me criado. Eu não me importo que todos pensem que estar com ele está errado. Eu sei que nós pertencemos um ao outro, e a única pessoa que eu preciso convencer é ele.


Leka
Eu a encontrei no canto de um beco escuro. Se eu não a tivesse levado comigo, ela teria morrido naquela noite - ou talvez pior. Antes que eu percebesse, ela se tornou a luz na minha vida sombria, o refúgio da loucura. Eu assisti ela crescer. Eu tentei ensiná-la diferenciar entre o certo e o errado. Agora que ela é adulta, estou sentindo coisas que nenhum homem bom deveria sentir. Mas então ... eu nunca fui um bom homem. Eu tenho uma chance de redenção, salvando-a do maior perigo de todos - eu.

AMEI!!


Fiquei imensamente feliz em receber este ARC com tanto carinho da fabulosa Jen Frederick. Eu já sou imensamente apaixonada pela série de The Royals que ela escreve em parceria com a Elle Kennedy sob o pseudônimo de Erin Watt, mas ainda não havia lido nada dela solo.
E gente...estou completamente e irrevogavelmente apaixonada pela escrita desta mulher!

Want You é um livro tenso, denso, impactante, em alguns momentos controverso, mas muito sensual. Amei cada linha dele desde de o início.
Acompanhamos a história de Leka e Bitsy desde a infância. Onde o destino une de maneira improvável estas duas almas gêmeas desgarradas no mundo e já tão sofridas, mesmo com tão pouca idade.

Já nas ruas sobrevivendo a muito tempo, Leka já é praticamente um adulto no mundo do crime. Safo, arredio e completamente brilhante na arte da sobrevivência, aos doze anos ele topa com um pacotinho minúsculo e desnutrido, de não mais que 5 anos ou até menos, mas que também já viu o bastante dos horrores da vida. Bitsy.

Jen nos apresenta uma narrativa limpa, fluída e rápida, tensa, mas ao mesmo tempo encantadora. Onde vamos acompanhar o crescimento destes dois corações tão ímpares.

Leka fazendo o que tem que fazer para sobreviver e garantir a segurança de Bitsy.
A violência, o crime. Os atos hediondos que levam metade de sua alma a cada noite de trabalho no submundo.

Mas também o sol, o bálsamo, a alegria nas pequenas coisas. A felicidade de chegar em casa de desfrutar do conforto do amor incondicional de uma criança. Do carinho de uma família.

Jen narra com maestria o crescimento deles e todas as fases por qual estão passando.
As dificuldades, o amor entre eles, o perigo e o medo. A angústia da incerteza no mundo do crime, mas sobre tudo a mudança no olhar entre eles e no reconhecimento de suas almas e seus corações.

Bitsy sempre foi de Leka e ele sempre foi dela.

Mas agora ambos são adultos e os sentimentos já não são nada inoscentes. Chame isso de tabu, mas como um amor tão devoto e avassalador pode ser tão errado?

Jen nos comove, nos choca em várias situações. Nos faz sorrir, torcer, se irritar, mas sobre tudo se apaixonar. Foi um verdadeiro prazer e ao mesmo tempo uma grande agonia em alguns momentos ler este livro! E eu amei cada pedacinho dele.

Realmente espero que alguma editora traga logo este livro ao Brasil, pois certamente ele está entre os melhores que li este ano.

0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!