[CINEMA] PONTO CEGO

segunda-feira, 1 de outubro de 2018


Data de lançamento: 4 de outubro de 2018 (1h 35min)
Direção: Carlos Lopez Estrada
Elenco: Daveed Diggs, Rafael Casal, Janina Gavankar
Gênero: Drama
Sinopse: Collin (Daveed Diggs) precisa passar pelos últimos três dias de liberdade condicional para ganhar a chance de ter um novo começo. Ele e seu amigo de infância problemático, Miles (Rafael Casal), trabalham como mensageiros e, quando Collin testemunha um tiroteio policial, a amizade dos dois homens é testada à medida que lidam com suas identidades e diferentes realidades no bairro em que cresceram. Amigos e colaboradores de longa data, Daveed Diggs e Rafael Casal co-escrevem e estrelam esta história oportuna e descontroladamente divertida sobre amizade e interseção de raça e classe social tendo como pano de fundo a cidade de Oakland. Repleto de energia, estilo e humor, e inspirado pelo espírito do rap e hip hop, Ponto Cego é corajosamente dirigido por Carlos López Estrada que estreia no cinema com uma provocante carta de amor que brilha com a humanidade.


Oi gente!! Uma das estreias desta semana é o filme Ponto Cego e mais uma vez à convite da Espaço Z Marketing conseguimos assistir antecipadamente e agora você pode conferir o que achamos e organizar seu final de semana!

Bem, Ponto Cego é aquele tipo de filme com enredo arrastado, onde as coisas vão acontecendo aos poucos e embora não tenhamos grandes cenas de ação, a tensão vai se construindo pouco a pouco até o limite de uma panela de pressão cultural.

Ponto Cego nos leva a uma verdadeira odisseia junto com Collin um ex-detento e agora prestes á voltar à vida normal fora da condicional.

A luta tanto interna, quanto externa para quebrar o padrão da periferia, se encontrar e principalmente tomar posse novamente de sua identidade, mas com a certeza de que agora as coisas precisam ser diferentes, pois ele também é uma pessoa diferente.

Ponto Cego é um retrato bem cru da população de baixa renda, marginalizada e que vive em comunidades que o restante dos cidadãos taxam como guetos.
É uma crítica social bem feroz, que traz muitas questões socioculturais onde o expectador mergulha em um mundo principalmente sobre vícios e oportunidades de fazer "m*** " e o quanto as pessoas nascidas e criadas neste meio normalmente são sugadas para estas situações de perigo e crimes até não conseguirem mais sair deste círculo vicioso.

A caracterização e ambientação da trama e seus personagens é super realista e com certeza valoriza a experiência no cinema.

Embora não seja o meu tipo de filme favorito, é um filme muito bom e com certeza chamará a atenção da plateia.

Confira o trailer e programe-se!

0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!