[RESENHA] NOVE MINUTOS - BETH FLYNN - EDITORA 3DEA

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

NOVE MINUTOS
Autora: Beth Flynn
Editora: 3DEA
PÁGINAS: 227
GÊNERO: ROMANCE/THRILLER PSICOLÓGICO
DIMENSÃO: 16 X 23
ISBN: 978-85-93964-54-1
LANÇAMENTO: 18/03/2019

Ginny Lemon é protagonista de um romance recheado de mistério e reviravoltas inesperadas. Nove Minutos leva os leitores ao mundo de uma gangue de motoqueiros e para dentro do coração de uma jovem, cujo sequestro causou grandes dores.
Com quinze anos, Ginny é sequestrada por um membro das mais conhecidas e agressivas gangues de motoqueiros do sul da Flórida. A partir daquele momento, sua vida muda para sempre. Ela ganha um novo nome, uma nova identidade e uma nova vida em meio ao mundo assustador e violento, onde todo mundo tem um nome de guerra e a lealdade é equivalente à sobrevivência. No meio de tudo isso está o líder da gangue, Grizz: enorme, bonito, assustador e, surpreendentemente no que diz respeito a Ginny, carinhoso. Ela se torna sua obsessão e o único grande amor de sua vida.
Assim começa um conto de obsessão emocional e manipulação de uma jovem afastada de tudo o que conhece e forçada a se apoiar na única pessoa que oferece atenção, afeto e cuidado: seu sequestrador. Precoce e inteligente, mas ainda uma adolescente, Ginny sofre para se adaptar a sua vida, inicialmente resistindo, e aceitando a sua nova realidade.

Chocante e maravilhoso!


Gente, eu mal cabia em mim de alegria quando recebi o ARC da 3DEA para conferir Nove Minutos da Beth Flynn, visto que a muito tempo eu só ouvia elogios quanto a esta série e a escrita desta autora.

E tenho a dizer que eu nunca fiquei tão angustiada, fascinada e encantada por uma leitura como estive por este livro incrível!

Ginny é uma garota de 15 anos muito inteligente. Com uma mãe e um padrasto nem um pouco convencionais, a garota teve que aprender a se virar em casa. 
Cuida da família, ajuda no que pode, é curiosa e estudiosa, sempre tirando boas notas, mas ao mesmo tempo se sente um tanto deslocada em sua vida e sua adolescência.
Mas ela é uma garota normal de 15 anos. Que embora seja esperta e até um pouco madura de mais para a sua idade, ainda é apenas uma criança e com certeza bem ingênua para muita coisa perante ao mundo. Isso, até o dia em que ela foi raptada em frente a uma loja de conveniência.

Gente, vocês não tem noção do quanto essa narrativa poderosa de Beth Flynn mexeu comigo! 
Eu sempre tive muito claro para mim que um cara que sequestra uma garota é um monstro. E como mãe este sempre foi um dos meus medos, então já comecei a leitura meio que de ranço com o personagem principal.

Mas Beth conseguiu abalar completamente todas as minhas convicções durante a leitura deste livro. Claro que para mim tudo isso continua sendo um crime horrível na vida real, mas realmente me vi guerreando entre o coração e a razão na ficção, conforme esta autora incrível foi desenvolvendo a história de amor entre Kit e Grizz.

Beth Flynn nos insere juntamente com Ginny em um mundo sombrio e violento. Onde as gangues são o que realmente são, ou seja, bandidos. E dentro da gangue de motoqueiros essa menina vai aprender na prática o que significa a hierarquia, os negócios e a conduta obrigatória para sobreviver nessa vida.

A autora nos presenteia com essa história de violência, em que uma menina que teve que se tornar mulher em um mundo completamente sombrio e decadente, mas sobre tudo, também nos contou a história de uma sobrevivente, forte, aguerrida e que não teve medo em tomar as rédeas de sua vida da melhor forma que pode.

Beth construiu uma narrativa tão forte e envolvente, que não tem como não nos apaixonarmos por Kit e Grizz juntos. 
Os personagens são complexos e profundos, e é maravilhoso ir desvendando cada camada deles. 
A paixão construída entre Kit e Grizz em meio ao caos e violência é avassaladora e completamente viciante, tornando o livro visceral e comovente do início ao fim.

As palavras de Beth nos contam uma história muito sensual mesmo sem nenhuma cena realmente explícita. Nos contam uma história de amor, mesmo sem nenhum coração e flores, mas sobre tudo, esta autora maravilhosa nos tira da zona de conforme como leitores e em diversos momentos, mesmo sabendo de que se trata de uma ficção, ficamos completamente chocados com o rumo de nossas emoções enquanto lemos.

Outra coisa que chama muito a atenção em Nove Minutos é as vidas dos outros personagens entrelaçadas ao cotidiano de Grizz e Kit. Mesmo sendo vislumbradas de forma mais sucinta, ainda demonstra personagens completamente complexos, profundos e cativantes.

As reviravoltas de Nove Minutos são completamente estarrecedoras e de tirar o fôlego. Iniciamos o livro achando que já sabemos por onde a história vai caminhar, principalmente porque a trama é narrada por Ginny no presente relembrando os acontecimentos de sua vida desde seu rapto até o momento presente. 

Mas nada, definitivamente nada poderia nos preparar para o verdadeiro trem desgovernado de acontecimentos chocantes que nos assolam em diversos pontos da trama, mas principalmente em seu final.

Terminei de ler Nove Minutos completamente embasbacada, enervada e enlouquecida por sua continuação.
Simplesmente um dos finais mais chocantes e complexos que eu tive a oportunidade de ler.

Nove Minutos é um livro incrível e Beth Flynn está de parabéns pela qualidade de seu trabalho. 
Só tenho a agradecer à Editora 3DEA por apostar neste livro maravilhoso e trazê-lo ao Brasil para nós!

0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!