[RESENHA] O DESAPARECIMENTO DE STEPHANIE MAILER - JOËL DICKER

domingo, 10 de fevereiro de 2019



Título Original: La Dispartion de Stephanie Mailer
Tradução: André Telles
Páginas: 576
Gênero: Ficção
Formato: 15,7 x 23 x 3,3
ISBN: 978-85-510-0363-3
E-ISBN: 978-85-510-0362-6
Leia um trecho: https://goo.gl/jTvuoE


Sinopse: Uma grande expectativa toma conta da badalada cidade de Orphea, nos Hamptons. A população aguarda ansiosamente a estreia de seu primeiro festival de teatro. Mas o prefeito está atrasado para a cerimônia.
A poucos metros dali, Samuel Padalin percorre as ruas desertas em busca da esposa. Diante da casa do prefeito, um corpo é encontrado. E, no interior da residência, a cena é ainda pior: uma família inteira foi assassinada com extrema violência.
Vinte anos após a resolução do homicídio, novos fatos mudarão para sempre a história de Orphea. A jornalista Stephanie Mailer confronta as autoridades e afirma que houve um gravíssimo erro na investigação. Então, ela desaparece. O que aconteceu com a jornalista? E o que de fato ocorreu em 30 de julho de 1994?
Em uma narrativa repleta de reviravoltas e sequências inesperadas, o premiado escritor Joël Dicker se reafirma como uma das vozes mais criativas do momento ao entrelaçar brilhantemente diversos personagens e tramas. Um livro intrigante, ao mesmo tempo sofisticado, divertido e marcado por uma fina ironia.


Crimes, mistérios e intrigas: conheça o novo livro de Joël Dicker: https://goo.gl/FJLrNJ







Nunca tinha lido nada de Joël Dicker, mas tive a oportunidade de ganhar o livro da Scheila Flores (big boss do Guardiã). Ela assina o clube de leitura Intrínsecos, e o livro do mês era O Desparecimento de Stephanie Mailer, que desde a primeira página mergulhei neste thriller policial sensacional.

A narrativa ocorre na pequena e tranquila cidade de Orphea, mas um crime brutal em 1994 muda totalmente a cidade deixando marcas profundas nos seus moradores e principalmente de dois policiais...

Jesse Rosenberg e Derek Scott inexperientes policiais foram indicados para investigar esses homicídios, já que tanto o prefeito e sua família, quanto uma moradora local foram assassinados. Os jovens policiais querendo provar seus valores elucidam, após algum tempo o caso, sendo idolatrados pela comunidade local.

Depois de 20 anos, Jesse Rosenberg anuncia aposentadoria, e no dia da despedida, aparece uma jornalista, Stephanie Mailer informando que ele não prendeu o real assassino. Apesar de Jesse ficar abalado, não dá devida importância, até que a jornalista desaparece misteriosamente.

O que leva tanto Jesse quanto seu parceiro Derek retornarem a investigação, enfrentando a realidade do seus erros, e com sentimento de culpa de ter prendido e prejudicado a vida de um inocente. Mas desta vez terão ajuda de outra policial local, Anna Kranner, por não estar tão envolvida com os acontecimentos de 20 anos atrás, se torna o ponto de equilíbrio do trio.

Com muitos personagens, o autor consegue tecer uma teia de tramas bem elaboradas, colocando como suspeita vários personagens, sendo que muitos tem possíveis motivos tanto pelo desaparecimento da jornalista quanto pelas mortes de 20 anos atrás.

Paralelamente a isso, existe uma expectativa com a peça que irá estrear na cidade, Noite Negra, a mesma peça que estava sendo apresentada durante o Festival de Teatro na noite dos crimes na cidade. Agora produzida por Kirk Harvey, que em 1994 era um policial e saiu desacreditado da cidade, e volta anunciando que sabe o nome do assassino e irá revelar durante a apresentação.

O livro apesar de ter 576 páginas, mas o autor consegue prender tanta atenção do leitor com reviravoltas, suspeitas, revelações que mesmo não influencie na trama são arrebatadoras, pois ele consegue que cada personagem crie uma identidade forte com o leitor. E nada prepara para um final inesperado que somente nas últimas páginas conseguimos perceber o real motivo dos assassinatos.

Fiquei tão fascinada pela escrita do autor, que fui atrás de todas as outras obras de Joël Dicker publicada pela Intrínseca. Como citei no início da resenha a edição lida foi do clube de leitura da editora, os Intrínsecos. Fazendo uma assinatura, todos os meses vem um caixa com um livro de capa dura, com uma qualidade excepcional, além de material de suporte a leitura, juntamente com brindes relacionados ao livro. E acho que a informação mais importante, o livro recebido ainda não foi publicado pela editora, essa caixa é de outubro, e agora em janeiro que a editora lançou o livro.

Para quem ama thrillers policiais cheio de mistérios e reviravoltas, O Desparecimento de Stephanie Mailer do autor Joël Dicker é leitura obrigatória. 


0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!