[RESENHA] Paixões Rebeldes - Katy Regnery - Editora Bezz

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019


PAIXÕES REBELDES
Contos de Fada Moderno Livro 3
Autora: Katy Regnery
Editora: Bezz
ASIN: B07L5QWJWF
Páginas: 680
Compre: https://amzn.to/2TFpDXI


Era uma vez uma linda garotinha de coração valente…
Ginger McHuid, filha do maior criador de cavalos do Kentucky, era bonita e alegre. Por causa de um cirurgia cardíaca a que foi submetida tão nova, seus pais a superprotegiam. Mesmo não podendo viver as experiências das outras meninas, ela era feliz apenas por ter o amor de sua avó e a amizade de dois primos especiais, Josiah e Cain.

…Que era amada e protegida pelo lindo Lenhador…
Josiah Woodman não conseguia se lembrar quando tivera início seu amor por Ginger. Para ele, a felicidade dela era a coisa mais importante do mundo. Em sua cabeça, o futuro deles já estava planejado. E era idílico. Só havia um porém, a menina que ele havia salvado direcionava a sua afeição à pessoa errada, ainda que esta pessoa fosse o melhor amigo e como um irmão para Josiah. Mas Ginger e ele eram o que mais se assemelhava à realeza da cidade; estavam destinados a ficar juntos para sempre.

… Mas o seu caminhar a levava direto para o Lobo Mau.
Cain Wolfram zelava por sua fama de badboy. Era conhecido pelas arruaças que fazia na cidade montado em sua moto. Seu objetivo era ver a cidade pelas costas e viver grandes aventuras. Mas havia duas pessoas por quem ele daria a vida: seu primo Josiah e Ginger. Parte de seus planos, ele conseguiu realizar ao se alistar na Marinha. No entanto, o seu coração teimava em se manter preso ao desejar a única garota que ele não merecia ter.
Quando os anos passam e os três se veem cativos em meio a paixões rebeldes, uma coisa se torna clara: alguém teria de perder.

*O livro contém cenas gráficas de sexo e palavreado forte. Recomendado para leitores acima de 18 anos.



Oi gente,
Hoje vou trazer para vocês uma resenha um pouquinho diferente, onde vou abordar primeiro minhas impressões quanto a trama e a escrita da autora e depois a parte técnica do livro (bem separadinho mesmo, para não misturar a razão com a emoção).

Bom, primeiro tenho a dizer que Katy Regnery hoje figura entre as minhas TOP 5 escritoras favoritas. Simplesmente adoro a forma como ela trabalha seus temas, mas principalmente a construção de seus personagens.
A Série Contos de Fadas Modernos já havia me arrebatado com O Coração da Fera e O Silencioso Canto da Sereia, e simplesmente sou completamente apaixonada por todos os livros dela lidos até agora, principalmente Sem Amor.

Então com um novo conto de fadas moderno chegando ao Brasil, eu estava ávida pela releitura de Chapeuzinho vermelho, com um lenhador queridão e um bad boy lobo mau pra lá de sexy.


Paixões Rebeldes nos conta a história de Ginger, uma menina rica e mimada, que depois de um problema cardíaco superado ainda na infância, passa a ser super protegida de tudo e por todos. 
Então, era uma vez a Princesa Ginger e dois meninos que eram primos seus melhores amigos. Um era dourado como o sol. Gentil, carinhoso, devotado e a melhor pessoa que alguém poderia conhecer na vida. O outro era moreno e taciturno, obscuro, rebelde, desafiador.
Enquanto o primeiro protegia a princesa e lhe entregava o mundo. O outro a desafiava a ir atrás correr atrás, lutar e vencer.

Tenho a dizer que Katy realmente me desafiou muito com esta leitura. Tanto Josiah, quanto Cain me cativaram de formas diferentes e eu fiquei completamente apaixonada por ambos, assim, bem no fundo eu estava na verdade torcendo para nenhum dos dois ficar com a Ginger.

Enquanto os mocinhos eram lindos, profundos e com personalidades muito distintas e brilhantes, a mocinha do início ao fim era uma garota insegura e chata. Entendo que a super proteção e as situações a tornaram assim, mas gente...foi osso simpatizar com essa mimizenta da Ginger.

E como tanto a vida de Woodman, quanto de Cain desde crianças sempre estiveram amarradas à dela e os dois sempre de um modo ou de outro acabavam orbitando em torno dela, infelizmente a trama entra em diversos loopings de encontros e desencontros. Como é um livro relativamente longo, em alguns momentos tanta indecisão e incerteza, acaba tornando a leitura um pouco massante.

Entendo algumas decisões da autora, mas não fiquei satisfeita com aquele plot twist, que pra mim foi uma forma trágica de encerrar a participação de um personagem que poderia ter rendido muito mais na narrativa.

Paixões Rebeldes é um livro sexy e recheado de drama. E quando digo drama...quero dizer muito drama mesmo, e isso acabou me deixando um pouco frustrada e fazendo o ritmo da leitura se tornar arrastado.
Isso sem falar que temos que ler os mesmos capítulos pela perspectiva de cada um dos personagens, gente, isso deixou o livro muito cansativo e enrolado. Adoro mudanças de POV dentro da leitura, mas um tem que continuar a partir de onde o outro parou, ou no máximo recapitulando algumas coisas, não exatamente os mesmos capítulos narrados por cada um dos três personagens.

Mas enquanto Ginger foi a pior mocinha de Katy até o momento, Cain sem dúvida foi o melhor mocinho! A força e o caráter dele, aliados com sua sensualidade e seu espírito aventureiro o tornam um personagem inesquecível e que com certeza ficará para sempre no coração dos leitores!

PARTE TÉCNICA:
Peguei o e-Book via Kindle Unlimited assim que a editora disponibilizou na Amazon, e realmente tomei um back sério quanto a qualidade do trabalho.

A tradução está sofrível, me incomodou muito ver um termo como "dirty blonde hair" ser traduzido como "louro sujo", gente o menino era loirinho, lindo e rico...não tinha cabelo sujo. Deveriam ter colocado algo como louro escuro, louro palha, castanho claro...sei lá, tem tantas cores na palheta da Koleston.
Sem falar em outras expressões, tipo: fulano era a mão direita do ciclano...gente, a expressão correta seria "braço direito" quando a pessoa é o faz tudo de confiança de outra.

Isso entre inúmeros problemas de revisão me deixaram muito chateada, visto que uma obra de uma autora tão querida, deveria ser produzida com um pouco mais de cuidado.

Não sei se houve algum problema com a formatação do E-book, mas em todas as páginas há problemas com a separação das sílabas, coisas básicas que foram deixadas de lado e incomodam profundamente durante a leitura.

Foram tantos problemas de tradução/revisão que a leitura ficou massante e truncada. Desculpem o ranço galera, mas eu demorei 2 semanas para conseguir terminar a leitura, visto que era tantos problemas juntos que eu acabava ficando muito incomodada e irritada pra continuar.

E não posso deixar de falar da capa, que apesar de muito bonita, destoa da personagem principal, visto que a Ginger é tão loura que o cabelo chega a ser quase branco, então esta guria morena na capa não faz o menor sentido. 

Estou louca para ter este livro na minha estante, mas enquanto estes problemas de tradução/revisão/formatação não forem corrigidos, infelizmente eu tenho medo de comprar meu exemplar.

0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!