[RESENHA] TETO PARA DOIS - BETH O'LEARY - EDITORA INTRÍNSECA

terça-feira, 31 de dezembro de 2019

TETO PARA DOIS
Autora: Beth O'Leary
Editora: Intrínseca
Páginas: 400
I.S.B.N.: 9788551005415


Sinopse: Eles dividem um apartamento com uma cama só. Ele dorme de dia, ela, à noite. Os dois nunca se encontraram, mas estão prestes a descobrir que, para se sentir em casa, às vezes é preciso jogar as regras pela janela. Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Contrariando os amigos, ela topa um acordo bastante inusitado.Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite. Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama.Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. Mas será que essa solução aparentemente perfeita resiste a um ex-namorado obsessivo, uma namorada ciumenta, um irmão encrencado, dois empregos exigentes e alguns amigos superprotetores?

A Resenha de hoje e contribuição do nosso colaborador Marcelo Rodrigues.

Se pudéssemos definir Teto para Dois seria mais ou menos assim: Um abraço quentinho num dia chuvoso de inverno.

Desde que li a sinopse do livro, ele já havia fisgado minha atenção. Afinal, toda essa história de dividir a mesma cama, trazia todos aqueles clichezinhos que estamos acostumados a amar em comédia românticas, mas ele surpreendentemente acaba indo muito mais além disso.

Tiffy acabou de sair de um relacionamento conturbado e está procurando um lugar barato para morar. Leon está em um relacionamento gasto e precisando de dinheiro. De início, essa ideia de dividir o mesmo apartamento em horários diferentes pareceu a melhor saída para os dois. Apesar de não se conhecerem pessoalmente, por troca de bilhetes nasce uma amizade bem fofinha entre os dois moradores.

Tiffy é aquele tipo de menina divertida, alegre e bem alto astral, enquanto Leon é mais introvertido, mas que com certas pessoas seu senso de humor acaba aparecendo. A narração da história vai intercalando entre os dois e o tom dos capítulos acaba refletindo bem a personalidade de cada um. Se o começo pode parecer meio parado, antes do meio do livro você já está mais que envolvido nesse troca-troca e dificilmente vai conseguir largar o livro.

Agora se vocês estão achando que toda essa história fofinha que Teto para Dois conta não teria seus momentos mais sombrios, saibam que em determinado momento, vamos descobrir com Tiffy os problemas de seu antigo relacionamento. Enquanto que na parte dele, Leon, descobrimos que o garoto lida com seus próprios dramas familiares. Se você acha que por trazer esses assuntos, a história caminharia para um clima mais sombrio (como falei logo acima) e destoaria do romance fofinho, saiba que está enganado, pois a autora Beth O’Leary consegue falar desses temas sem pesar a mão e trata-los de uma maneira leve e delicada, principalmente na parte da Tiffy.

Quando ambos começam a encontrar apoio um no outro, é maravilhoso ver Tiffy e Leon saindo de seu casulo. Tiffy por conta do seu processo de reavaliar sua vida. Leon pelo fato dele ter se acostumado a uma rotina e ter medo de mudanças.
Os personagens secundários também ganham seu destaque, porque eles conseguem deixar o livro ainda mais encantador.

Teto para Dois é aquele livro que vai fazer você rir, chorar e como disse no começo, vai fazer com que você sinta um abraço bem quentinho, ao finalizá-lo. É impossível não colocar a estreia de Beth O’Leary na lista dos melhores do ano.

P.S.: JÁ QUERO UM FILME PRA ONTEM! 

1 comentários

  1. kkkkk esperemos que se torne filme mesmo <3
    Parece ser maravilhoso esse livro, todo mundo tá lendo e acho que é momento perfeito para começar a ler ele.
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!