[RESENHA] PALÁCIO DA TRAIÇÃO (OPERAÇÃO RED SPARROW #2) – JASON MATTHEWS

sábado, 27 de junho de 2020




TÍTULO ORIGINAL: PALACE OF TREASON

TRADUÇÃO: MARCELO MENDES
FORMATO: 16 X 23 CM
NÚMERO DE PÁGINAS: 448
PESO: 0.55 KG
ACABAMENTO: BROCHURA
ISBN: 9788580418422
EAN: 9788580418422


SINOPSE: Do mesmo autor de Operação Red Sparrow, que foi adaptado para o cinema com Jennifer Lawrence como protagonista.

“Dominika Egorova é a melhor espiã já criada em livros do gênero.” – SUNDAY TIMES

“Palácio da traição não decepciona. Jason Matthews contextualiza a história tão bem que consegue conquistar tanto novos leitores quanto os que já o conhecem.” — THE NEW YORK TIMES

 

Jason Matthews constrói uma trama de ritmo alucinante, emoções à flor da pele e ação contínua, com o olhar único de quem trabalhou por anos no mundo da espionagem.                                                              

A Capitã Dominika Egorova, espiã do SVR, o Serviço Secreto Russo, acaba de retornar a Moscou depois de uma temporada no Ocidente. O que ninguém desconfia é que ela está trabalhando para a CIA como a principal agente de Washington infiltrada no SVR e no Kremlin.                                                            

Para complicar ainda mais essa situação arriscada, Dominika está apaixonada pelo seu contato na CIA, o agente Nate Nash, e o clima de desejo entre eles é tão perigoso quanto ser espiã dupla em Moscou. Talvez mais.                                            

Enquanto tenta realizar sua missão, a agente precisa lidar com desafios como um chefe criminoso, tentativas de assassinato, emboscadas de contrainteligência e – o mais assustador – uma conversa noturna com o presidente Putin, vestida apenas com uma camisola.                                                        

E quando um infiltrado depara com o nome dela numa lista secreta de fontes, a sentença de morte de Dominika é decretada.                   

 

 

Sempre curti thrillers de espionagem, tanto em livros quanto em filmes, mas ultimamente poucos me chamaram a atenção, até que em 2014 saiu a primeira edição do livro, Roleta Russa fiquei impressionada com o livro tanto pela narrativa e os personagens, mas principalmente pelos detalhes envolvidos ao em torno da trama que te prende do início ao fim. Mas também me chamou atenção foi a protagonista feminina, Dominika Egorova, uma espiã russa, quase sempre esses livros trazem espiões masculinos interessantes, mas mesmo quando tem alguma protagonista feminina neste gênero, dificilmente se destaca mais que o masculino, porém nesta trilogia do autor Jason Matthews foi diferente.

Em 2018 estreou o filme baseado no livro Roleta Russa, e a editora Arqueiro aproveitou e fez uma reedição do livro com a capa e o mesmo título do filme (eu que não curto muito capas de filmes ou séries, fiquei feliz com minha edição de 2014). E agora em 2020 finalmente saiu o segundo livro da série, Palácio da Traição e novamente o autor não decepcionou e se no primeiro a protagonista teve destaque, neste praticamente ela conduziu o livro.

 

Vou tentar fazer um resumo para quem não leu o primeiro livro: Dominika é uma espiã russa da SVR (Serviço Secreto Russo), que foi treinada para ser pardal, uma divisão do serviço russo, onde mulheres aprendem a arte da sedução e até o sexo contra seus opositores, mas decepcionada com sua pátria pelo modo como a tratam, e ainda se apaixonando pelo agente da CIA, Nate Nash (este que no primeiro livro era teria que seduzir para saber o informante que estava deletando para ele segredos da Rússia), ela concorda se aliar aos E.U.A e passar informações da Rússia para os americanos. Já neste segundo livro a trama vai mais além, envolve alguns assuntos bastantes atuais na geopolítica, a disputa entre Rússia, Oriente e Ocidente (principalmente os E.U.A) pelas diversas áreas, principalmente armas nucleares.

 

Devido os acontecimentos do primeiro livro, Dominika ganhou importância e relevância no serviço secreto russo, chamando atenção principalmente do presidente russo (sim o autor, traz Putin para dentro da história), por outro lado ela irá atrair bastante inveja e adquirir inimigos perigosos, principalmente seu comandante, Coronel Zyugonov, um homem ambicioso, violento e obstinado que a vê como um obstáculo para conquistar a confiança do presidente.

 

Ou seja, neste livro Dominika terá que ser mais meticulosa e cuidadosa, pois será observada constantemente e tornando difícil passar informações para os americanos, tanto que os acontecimentos do final do primeiro livro até o início desse tem uma diferença temporal de quase um ano. Mas a nova missão do serviço russo dará a chance de contactar novamente os americanos.

 

Dominika terá que fazer contato com um cientista iraniano que fazem parte da equipe de uma usina nuclear do Irã, e o interesse da Rússia é comercializar pisos antissísmicos para essa base nuclear, tirando outro país do comércio, porém que os russos não contavam, que sua agente iria colocar os americanos para impedir essa operação, e enganar tanto os russos quanto os iranianos. E além do Zyogonov e o Presidente Russo, aparece mais outra pessoa para atrapalhar a vida da agente.

Um funcionário americano decepcionado por não conseguir um cargo que julgava ser merecedor, decide ser agente duplo e passar informações para Rússia. Então tanto Dominika quando Nate e equipe terão que descobrir sua identidade antes que ele revele o nome de Dominika como a principal traidora russa, ao mesmo tempo desmontar a operação russa com os iranianos. Tornando uma corrida perigosa e contra o tempo para ambas as partes.

 

Mas esse livro, diferente do outro, tem um enfoque maior na relação do casal, os desafios de Dominika são intensos, o chefe armando várias emboscadas para matá-la e o temível presidente russo mais encantado por ela, mas poderá liquidá-la no seu primeiro erro. Tudo isso coloca em xeque o futuro do seu romance. Pois eles não poderão cometer nenhum deslize, ao mesmo tempo a qualquer momento terão que se separar definitivamente e muito vezes decisões terão que serem tomadas mesmo que gere descontentamento para ambos.

 

Este livro é muito mais intenso e eletrizante que o primeiro, nos coloca como se estivéssemos em uma montanha russa, reviravoltas, revelações e acontecimentos surpreendentes muitas vezes nos deixando sem fôlego.

Talvez a trama envolvendo assuntos muito atuais, além de uma descrição bastante realista das cenas, muito devido com certeza da experiência do autor, já que Jason Matthews foi um oficial da CIA e traz toda seu conhecimento na construção de suas tramas.

 

Com certeza na atualidade uma das melhores séries de espionagem seja OPERAÇÃO RED SPARROW, principalmente em Palácio da Traição, onde o autor coloca o leitor dentro do mundo quase realístico da espionagem, com detalhes fantásticos, com muita ação, trama bem elaborada e com personagens que cativam o leitor devido suas imperfeições perfeitas (Entenderam???).

 

E digo mais, com toda certeza Dominika Egorova é uma das melhores espiãs femininas construídas neste gênero literário, inteligente, sagaz e manipuladora consegue equilibrar seus sentimentos românticos, a tornando uma mulher apaixonada e sensual, ao mesmo tempo brutal e fria nas suas funções de agente secreta.

 

Te convenci a ler??? Ainda não??? Mas se gosta do gênero, leia que não irá se arrepender... e por favor Editora Arqueiro preciso do terceiro livro, esse segundo me deixou muito ansiosa... 

 

OPERAÇÃO RED SPARROW (2018)    /    ROLETA RUSSA (2014)




LEIA UM TRECHO: https://bit.ly/3aukKrX

 

Lançado originalmente no Brasil como Roleta Russa, Operação Red Sparrow foi adaptado para o cinema com Jennifer Lawrence como protagonista.

“Poucas vezes li um romance tão rico em detalhes. Entre manobras para confundir o inimigo e armadilhas sexuais, fugas mirabolantes e transmissões secretas, Jason Matthews oferece ao leitor uma cartilha sobre o romance de espionagem do século XXI.” – Charles Cumming, The New York Times

Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de forma abrupta. Logo em seguida, mais um golpe: a morte inesperada do pai, seu melhor amigo.

Desnorteada, Dominika cede à pressão do tio, vice-diretor do serviço secreto da Rússia, o SVR, e entra para a organização. Pouco tempo depois, é mandada à Escola de Pardais, um instituto onde homens e mulheres aprendem técnicas de sedução para fins de espionagem.

Em seus primeiros meses como pardal, ela recebe uma importante missão: conquistar o americano Nathaniel Nash, um jovem agente da CIA, responsável por um dos mais influentes informantes russos que a agência já teve. O objetivo é fazê-lo revelar a identidade do traidor, que pertence ao alto escalão do SVR.

Logo Dominika e Nate entram num duelo de inteligência e táticas operacionais, apimentado pela atração irresistível que sentem um pelo outro.



FILME DO PRIMEIRO LIVRO


Título original:  Red Sparrow

Direção: Francis Lawrence

Distribuidor:  Fox Film do Brasil

Ano de produção:  2018

Tipo de filme: longa-metragem

Bilheteria no Brasil:  342 340 entradas

Idiomas: Inglês


SINOPSE: Outrora talentosa bailarina, Dominika Egorova (Jennifer Lawrence) encontra-se em maus bocados quando é convencida a se tornar uma Sparrow, ou seja, uma sedudora treinada na melhor escola de espionagem russa. Após passar pelo árduo processo de aprendizagem, ela se torna a mais talentosa espiã do país e precisa lidar com o agente da CIA Nathaniel Nash (Joel Edgerton). Os dois, no entanto, acabam desenvolvendo uma paixão proibida que ameaça não só suas vidas, mas também as de outras pessoas.

ELENCO

- Jennifer Lawrence (Dominika Egorova)

- Joel Edgerton (Nate Nash)

- Matthias Schoenaerts (Ivan Egorov)

- Charlotte Rampling (Matron)

- Bill Camp (Marty Gable)

- Ciarán Hinds (Coronel Zyugonov)

- Jeremy Irons (General Korchnoi)

 

CURIOSIDADES DAS FILMAGENS

Inspiração:

Baseado no livro homônimo de Jason Matthews.

Opções: 

Darren Aronofsky e David Fincher foram cogitados para assumir a direção, enquanto Rooney Mara foi uma das consideradas para protagonizar a trama.

Melhor evitar:

Referências ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, foram retiradas do filme para evitar possíveis ataques de hackers.

TRAILER


0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!