[RESENHA] O DUQUE MAIS PERIGOSO DE LONDRES (DECADENT DUKES SOCIETY #1) - MADELINE HUNTER

domingo, 12 de julho de 2020


TÍTULO ORIGINAL: The Most Dangerous Duke in London

TRADUÇÃO: Alline Salles

PÁGINAS: 304 | PAPEL: Pólen | FORMATO: 16x23cm | ISBN: 9788568056684 | IDIOMA: português

 

SINOPSE: Adam Penrose, o Duque de Stratton, é o escandaloso, sombrio, manipulador e vingativo membro da Sociedade dos Duques Decadentes da elite de Londres, composta por três homens perigosamente belos, intensos, irresistíveis e que não desejam se apaixonar.

Com uma reputação manchada e seu retorno à cidade, o Duque precisa encontrar uma esposa com qualidades ímpares e que não se importe em viver em negligente abandono. O que o Duque não espera é que o seu interesse e libido sejam despertados pela única mulher que não pode ter, e que não seria capaz de ignorar.

Clara Cheswick fascina o Duque, mas tudo que ela não precisa neste momento é se casar. Está bem mais interessada em publicar seu jornal feminino, certamente muito melhor do que ser esposa de um homem com sede de vingança.

No entanto, curiosa por uma história, Clara pensa se o desejo do Duque por justiça é sincero, junto com sua intenção incrivelmente irritante de ser seu marido.

Se sua fraca reação ao beijo dele é alguma indicação, apaixonar-se por Adam claramente tem um preço.

Mas quem diria que cortejar o perigo poderia ser tão divertido?


Todo mundo tem livros ou autores favoritos, desde 2013 quando li Madeline Hunter pela primeira vez, ela se tornou uma das minhas preferidas autoras de época, num top 10 imaginário, estaria em segundo lugar. Me viciei completamente pelas suas tramas e personagens diferenciados do padrão vistos em romances de época.

Quase todos os romances de época o protagonismo da narrativa vem dos casais, nos livros da autora é a trama que tem prioridade. Então a autora elabora uma trama derivado de algum acontecimento e o casal será formado proveniente de uma situação criada.

Outro detalhe fica relacionado aos personagens femininos, diferente das mocinhas de sociedade padrão, a autora nos apresenta jovens muitas vezes que vive a margem da sociedade ou até pode ser alguma moça da nobreza, mas esta tem alguma atividade que escandalizaria os padrões da sociedade inglesa da época.


E não será diferente com o livro O Duque mais Perigoso de Londres, primeiro da trilogia Decadent Dukes Society, que marcou a estreia da autora pela Editora Charme, pois Hunter já teve livros publicados pela Editora Arqueiro e Leya.

A trilogia retrata três amigos, obviamente todos duques que criaram essa sociedade na época da faculdade para seus momentos de libertinagem e que estenderam até a fase adulta, já que nenhum deles são comprometidos e no momento fogem de qualquer dama casadoura, principalmente de suas mães.

Mas Adam Penrose, o Duque Stratton tem outros objetivos inclusive matrimoniais. Depois de anos na França ele está de volta a Inglaterra para esclarecer os boatos envolvendo seu pai o que resultou em sua morte e a mudança dele com a mãe para França devido o estrago provocado na reputação da família. Mas agora de volta quer a verdade e quem sabe uma vingança.

Surpreendente a família na qual é tida como sua inimiga e que ele desconfia ser a causadora dos problemas envolvendo sua família, lhe faz uma proposta para reatar as relações e esquecer o conturbado passado, a matriarca da família, a Condensa viúva de Marmood, lhe fez uma proposta, dele se unir a sua neta, Emily, filha do inimigo do seu pai para dar um ponto final nas desavenças, mas Adam fica fascinado e também para pôr seu planos em prática pela neta mais velha, Clara Cheswick.

Clara, uma jovem de 24 anos, já está fora do mercado de casamento, (eu nessa época, já estava para bisavó), filha do primeiro casamento do falecido visconde e talvez a preferida, dentre os três filhos (dois do segundo casamento do visconde), já que passava boa parte na companhia do pai aprendendo a atirar, caçar entre outros afazeres não indicados para jovem damas. Talvez até devido a personalidade intransigente da avó, o pai de Clara a deixou abonada financeiramente, a dando oportunidade de ser independente e definir a sua vida como for seu desejo sem interferências.

 

Com uma personalidade forte e sagaz, e guarda um segredo do resto da sociedade, inclusive de sua família, ela é proprietária e editora de um jornal inteiramente escrito por mulheres, como citei anteriormente, a autora gosta de criar personagens diferenciadas. Óbvio que se alguém da sociedade descobrisse dessa ocupação de Clara seria um escândalo, e um dos motivos que Clara evita o casamento, já que a chances de ser impedida pelo marido de seguir nessa atividade eram grandes.

Mas talvez um duque de olhos negros, sedutor e sensual poderá desestabilizar as suas convicções, já que Adam ficará obstinado em quebrar as defesas da audaciosa Clara.

 

Os interesses de Adam por Clara inicialmente serão para tentar descobrir alguns fatos, que talvez por ela ser tão próxima do visconde poderá esclarecê-los, mas com passar do tempo, a sedução para conseguir informações se transforma em sentimentos muito mais profundos, deixando ele confuso se valerá a pena estragar sua relação construída com Clara para descobri fatos do passado.

Porém Clara acaba descobrindo os reais motivos de Adam, e também segredos familiares que farão ela escolher o seu amor por ele ou preservar a reputação da sua família.

 

Mais um livro incrível da autora Madeline Hunter, com uma escrita elegante e uma narrativa fluída e com uma trama bem elaborada. Somado a isso a autora conquista o leitor através de diálogos inteligentes e espirituosos, e com personagens bem construídos que hipnotizam do início ao fim da leitura.

Para mim a autora agrada todos os tipos de públicos, não somente o feminino, já que seus romances não são do estilo clichê, sim o final é feliz, mas até chegar a última página você vai se envolver com a leitura através da escrita sofisticada e segura de quem sabe como conduzir uma excelente história. 




EM BREVE RESENHA DO SEGUNDO LIVRO DA TRILOGIA...

A autora bestseller do New York Times, Madeline Hunter, traz uma nova história sensual sobre seus três duques indomáveis e as mulheres que acendem seus desejos mais luxuriosos.

ELE PODE SER UM DEVASSO.

Ele é infame, debochado e conhecido em toda a cidade por ser um sedutor irresistível. Gabriel St. James, o Duque de Langford, é rico, lindo de cair o queixo e costuma conseguir exatamente o que deseja. Até que uma mulher, que se recusa a lhe dizer o nome, mas não consegue resistir ao seu toque, o atrai.

MAS ELA TAMBÉM NÃO É UMA SANTA...

Amanda Waverly está vivendo duas vidas: uma respeitável como secretária de uma dama proeminente e uma perigosa, de esperteza e força de vontade com o duque devasso. Langford pode ser o homem mais tentador que ela já conheceu, mas Amanda está ocupada tentando escapar do mundo de crimes na alta sociedade no qual nasceu. E se ele descobrir quem ela realmente é, sua paixão escaldante se transformará rapidamente em um caso de alto risco...


2 comentários

  1. Olá Patricia,
    Sou apaixonada por romances de época mas acredita que nunca li nada da autora. Cheguei a comprar uma série dela mas acabei nem lendo. Não conhecia essas características da escrita dela e já fiquei louca para ler.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!