Você lembra disso? Relembre alguns filmes inapropriados para passar na Sessão da Tarde

sábado, 28 de novembro de 2020

 


🆘️ Os Anos 80 renderam uma safra muito louca de comédias de cunho jovem, que demonstravam os áureos tempos da escola/faculdade, regados a festas, bebidas, drogas e é claro, muita p*taria. Filmes como O Último Americano Virgem, Porky´s, Loverboy (com o nosso amado Patrick Dempsey), diversos filmes do John Hughes, dentre outros, foram grandes sucessos aqui no Brasil. Principalmente durante os anos 90 onde juntos com o Lagoa Azul 1 (com a Brooke Shields) e 2 (com a Milla Jovovich) e Férias do Barulho (gente esse foi o primeiro filme que eu assisti com o Johnny Depp) reprisavam no mímino uma vez por mês nos horários da tarde tanto da Globo, quanto do SBT 🤭🙈.



🔞 Quem não estudava a tarde, passava das 15:00 às 17:00 grudados na TV assistindo ao desfile de filmes violentos, imitando várias lutinhas...ou então achando muito legal o desfile de comissão de frente e de retaguarda das meninas nessas comédias universitárias.


🤔 Gente, às vezes me pergunto como sobrevivemos até aqui sem nenhum problema 🤣🙈🤭? Embora como adulta olhe para trás e lembre desses filmes com uma memória afetiva, hoje como mãe fico chocada ao perceber o quanto estes filmes são impróprios para menores de 16 anos. Tanto que quando vou resisti-los, eu faço apenas quando a Lauren (8 anos) não está em casa.


👌🏻🙈 Em 2017 o Ministério da Justiça reclassificou A Lagoa Azul para maiores de 12 anos, o que na minha opinião é uma classificação extremamente baixa visto que há muitas cenas de nudez e sexo.
Em 2020 este clássico que para nós era da Sessão da Tarde completou 40 anos e para assisti-lo agora praticamente só nos serviços de streaming.

💬 Me conta nos comentários um filme que para você também é chocante que passava na sessão da tarde, mas você assistia e adorava?



2 comentários

  1. Olá Scheila,
    É engraçado olhar para trás e ter essa nostalgia ao mesmo tempo que conseguimos identificar o quão impróprios (e normais para época) eram esses programas, que vão bem além dos filmes. Se pudesse, não perdia um filme que passasse, e hoje muitos deles nem assistiria mais, mesmo tantos anos depois.
    Aliás, dia desses fui rever Esqueceram de mim e fiquei chocada com o tanto de cena absurda, mas que deixava a criança aqui grudada na tela.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!