[CRÍTICA] UM PRÍNCIPE EM NOVA YORK 2 - AMAZON PRIME VIDEO

sábado, 6 de março de 2021

 

Akeem e Semmi estão de volta! No exuberante e majestoso país de Zamunda, o recém-coroado Rei Akeem (Eddie Murphy) e seu fiel confidente Semmi (Arsenio Hall) embarcam em uma nova e hilária aventura que os faz cruzar o mundo desde sua grande nação africana até o bairro do Queens, em Nova York, onde tudo começou.

Atores principais: Eddie Murphy, Arsenio Hall, Jermaine Fowler

Gêneros: Comédia

Experimente o Prime Video por 30 dias Grátis: https://amzn.to/3cdTKQy




Oi meu povo, tudo bem?

Ontem finalmente estreou a continuação de um dos clássicos da sessão da tarde e mais de 30 anos depois trouxe de volta Akeen e Semmi, para uma nova incursão em Nova York, mas agora grande parte da aventura será vivida na África mesmo.

Para quem adorava os filmes do tio Eddie na sessão da tarde, a Amazon acertou em cheio ao trazer ele e Arsenio Hall e todos os personagens icônicos desta comédia atemporal, mas agora repaginada.

Para quem faz tempo que assistiu o primeiro filme, recomento fortemente assistir novamente antes de conferir Um Príncipe em Nova York 2, visto que praticamente 80% das piadas realmente boas, são os revivals e referências ao primeiro filme.

O roteiro deste segundo filme é bem raso, partindo do ponto principal que o agora Rei Akeen precisa ter um sucessor homem. Como ele em seu casamento com Lisa só teve filhas, agora vê seu reino ameaçado por seu inimigo e sua única alternativa é voltar para a américa e catar seu herdeiro perdido que até então ninguém tinha conhecimento, muito menos ele.

Ao contrário do primeiro filme, este roteiro trouxe muito superficialmente a questão de quebrar as tradições por amor, e aí, isso vale tanto para o filho que teria que ceder a um casamento arranjado, quanto para sua filha que não poderia governar Zamunda por ser mulher.

Mas embora a trama não seja boa, a nostalgia compensa. A volta dos personagens caricatos todos interpretados por Arsenio e Eddie nos faz rir muito e suas referências são fantásticas para fazer as piadas funcionarem muito bem, nos fazendo dar boas gargalhadas!

Eddie Murphy apesar da pancinha de cerveja, demonstrou estar em boa forma para o papel e é claro que a parceria com Arsenio Hall trouxe o que há de melhor em piadas esteriotipadas e nada politicamente corretas que tanto sentimos falta ás vezes. Isso sem falar na alegria de ver praticamente 75% do elenco original de volta na telinha, além de Wesley Snipes que realmente estava bem sumido, mas deu vida muito bem ao vilão canastrão! hehehehe

Genteeeeee e a banda Chocolate Sensual?!?!?! Literalmente foi a cereja do bolo neste filme! Ri bastante em diversos momentos e já estou pronta para assistir novamente com o resto da família!! hehehehehe

1 comentários

  1. Olá,
    Ah, adoro essas resenhas sinceras, que nos deixam atenta e sem expectativas excessivas. Por ser um clássico da sessão da tarde, assisti muito esse filme lá na infância, ainda assim acho que o humor que me agradava na época não me agradará tanto hoje. Bom saber que é o ideal é rever o primeiro e que esse não vale tanto pela história, mas a nostalgia sempre tem seu lugar nos nossos corações. No meu tem, pelo menos.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!