Três Séries Baseadas na Obra de Stephen King que vale a pena conferir no Starzplay

sábado, 3 de abril de 2021

 

Muitas histórias do mestre do Suspense e Terror Stephen King chegaram as telas do cinema e da TV, algumas inclusive ganharam adaptações nos dois formatos, além claro diversos reboots ou reciclagens.

Aos 73 anos seus livros com certeza ainda figuram entre os favoritos de diversas gerações e com certeza ainda teremos diversas adaptações de sua obra por aí. Separamos para vocês 3 produções do Starzplay que vale a pena conferir.


Castle Rock é uma cidade fictícia no Maine que abriga o presídio de Shawshank (Um Sonho de Liberdade) e sob a batuta de King e J.J. Abhrams mesmo contando com apenas duas temporadas, a série nos apresenta duas histórias completamente originais mas utilizando diversas obras do autor como referência.

Na primeira temporada adentramos nesta cidade cheia de crimes inexplicáveis e no misteriosos presídio, encontrando um rapaz que era mantido preso em uma jaula, no fundo de um poço isolado do mundo. 

A partir daí, acompanhamos a luta de um advogado e outros tantos personagens ao tentar conciliar o passado e o presente, assim como entender uma série de eventos macabros que vem ocorrendo e sua ligação ou não com suas vidas, mas principalmente com este estranho rapaz, recém liberto.

O que mais me chamou a atenção em Castle Rock é a abundância de referências às obras de King que acabam se tornando prazerosos Easter Eggs para o expectador. Do nada alguém cita que para irritar seu pai usa o sobrenome do tio que matou a família com um machado em um resort de sky de luxo ou nos deparamos com uma placa na rua indicando a direção de Derry dentre outras pérolas maravilhosas que se encaixam super bem nesta nova narrativa. Também temos o bônus de contar no elenco com Sissy Spacek a atriz que viveu Carrie na primeira adaptação da obra e Bill Skarsgård (o palhaço da nova versão de IT) que parece que nasceu para encarnar personagens de Stephen King.

A segunda temporada é mais psicótica do que misteriosa, onde acompanhamos uma mãe e sua filha adolescente em fuga pelo país e que devido a um acidente azarado vão para em Castle Rock.

Esta temporada não agrada tanto quanto a primeira, mas é interessante ver novos elementos como a Marsten House se somando a uma outra trama completamente diferente, mas mesmo assim relacionada com a primeira temporada.

A Mansão Marsten representa o mal e a corrupção que existe na cidade. No livro ela é descrita como estando sentada acima da cidade "como um rei em ruínas" e é exatamente isso que presenciamos quando o mal é libertado e a cidade vira uma praça de guerra. Vale muito a pena conferir as duas temporadas na sequência, e embora a série tenha sido cancelada, J.J. Abrams nos entrega um final satisfatório para a série.


Mr. Mercedes baseada no livro homônimo de King nos conta a história de um crime não solucionado e a obsessão de um detetive para encontrar o assassino do Mercedes que atropelou e matou diversas pessoas em uma feira de empregos a alguns anos. 

A primeira temporada é muito boa e retrata bem o quanto a obsessão por este crime não solucionado corrói a alma do detetive Bill Hodges, mesmo em sua aposentadoria. Mas em contrapartida acompanhamos as maquinações do psicopata ainda em liberdade e a busca por repetir um ato que supere esse primeiro em crueldade, assim como sua obsessão pelo detetive Bill e sua incapacidade em descobrir quem ele é.

Realmente o jogo de gato e rato desta primeira temporada é interessante e inteligente, prendendo a atenção do expectador e entregando um final de temporada satisfatório. O que na minha opinião deveria ter bastado, visto que a segunda temporada deixa muito a desejar e acaba sendo muito insólita e viajante para ser levada a sério. 

As três temporadas já estão disponíveis também no Starzplay e você pode assinar com facilidade via Primevideo da Amazon.


Baseada no livro A Dança da Morte, The Stand tem  novos episódios todos os domingos liberados no streaming. Após o apocalipse desencadeado por uma pandemia de um tipo de vírus da gripe, o que restou da humanidade (nos EUA pelo menos) está dividida em dois grupos.

Um liderado pela luz de Mãe Abgail (Woopi Goldberg), que tenta reconstruir uma sociedade banhada na paz e na esperança, através da orientação de Deus e suas revelações e o grupo que segue o "Homem de Preto" (Alexander Skarsgård) e seus pecados em Las Vegas.

A produção conta com grandes atores e foi muito feliz com esta nova roupagem desta trama que hoje infelizmente boa parte dela já não é mais tão ficção assim. 

Acompanhamos tudo o que a humanidade tem de melhor e de pior em tempos de crise e o quanto o ser humano pode ser egoísta e é claro, muito influenciável, visto que no desespero é muito mais fácil seguir alguém do que encontrarmos o nosso próprio caminho, não acham?

Embora neste momento da série ainda tenhamos muito bem divididos o grupo do bem, do grupo do mal, o último episódio nos indica algumas reviravoltas e devemos esperar além de novas revelações, outras tramas paralelas para enriquecer a vertente principal a narrativa. 

Estou gostando muito de acompanhar The Stand e se você está procurando algo diferente para assistir, com certeza esta é uma ótima dica!

2 comentários

  1. Dessas que você citou eu to assistindo the stand, mas estou terminando o livro primeiro pra terminar o seriado e baixei castle rock.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. depois me conta o que achou de Castle Rock, eu gostei mais da primeira temporada!

      Excluir

Deixe seu Comentário!